Foto e VídeoRedes Sociais

Conheça o botão “aquecer” do TikTok e o motivo de tanto burburinho ultimamente

A página For You do TikTok sempre foi conhecida como um feed de algoritmo personalizado, baseado apenas no comportamento do usuário. Mas será que é, mesmo?

De acordo com uma investigação recente da Forbes, seis funcionários e ex-funcionários do TikTok e de sua controladora, a ByteDance, afirmam que isso não é tudo, já que também existem documentos e comunicações que ajudam a provar essa alegação.

Essas fontes revelaram ao mundo uma ação interna conhecida como “heating”, ou “aquecer” em português, que é praticada por funcionários do TikTok e da ByteDance. Essa informação causou polêmica porque nunca havia sido divulgada publicamente antes, pelo menos até agora. Muito pelo contrário, o TikTok sempre se posicionou com orgulho de sua página For You como sendo construída exclusivamente por machine learning.

Certo, mas o que significa essa prática de “aquecer” e por que ela tem causado tanta polêmica ultimamente? Se você está se fazendo essas perguntas, continue conosco! Traremos as respostas aqui neste artigo.

E então, o que é esse recurso de “aquecer”?

“Aquecer” nada mais é do que um botão interno (literalmente) que permite ao pessoal do TikTok e da ByteDance escolher vídeos específicos para viralizar. Sim, você leu isso certo: existe uma maneira de aumentar manualmente o alcance dos vídeos usando este botão de “aquecer” e apenas pessoas internas têm acesso a ele.

“O recurso de aquecer refere-se a impulsionar vídeos no feed da página For You para atingir um determinado número de visualizações”, explica um dos documentos internos do TikTok analisados pela Forbes, chamado de MINT Heating Playbook.

Ainda de acordo com esse documento, “as visualizações totais de vídeos aquecidos representam uma grande parte das visualizações totais diárias de vídeos, cerca de 1–2%, o que pode ter um impacto significativo nas métricas principais gerais”. Isso significa que para cada 100 vídeos assistidos por usuário, 1 ou 2 foram selecionados manualmente usando o botão de aquecer. E a parte complicada é que não dá para dizer quais são eles.

Qual é a principal preocupação por trás do botão “aquecer”?

Com essa informação vindo à tona, e com o próprio TikTok confirmando sua veracidade, não é à toa que as pessoas (incluindo marcas, criadores e influenciadores) começaram a questionar a imparcialidade do TikTok, e todo o discurso de “feed personalizado construído por um algoritmo” perdeu sua força.

E de acordo com a investigação da Forbes, infelizmente, essas suspeitas não são infundadas. Três outras fontes confirmam à Forbes que alguns funcionários usaram o recurso “aquecer” de maneira inadequada, por interesse pessoal; por exemplo, impulsionando suas próprias contas pessoais ou de pessoas que conhecem.

Além disso, essas mesmas fontes afirmam que a própria empresa usa o botão “aquecer” em benefício próprio, impulsionando marcas e influenciadores que busca para fazer parcerias.

Diante disso tudo, TikTok e ByteDance tentaram se defender, alegando que poucas pessoas têm acesso a esse botão, e seu uso é apenas para trazer mais diversidade para a plataforma. Mas, por enquanto, toda essa história ainda é uma incógnita. Talvez possamos prosseguir com mais investigações e esclarecimentos em um futuro próximo.

Pessoalmente, posso ver algumas oportunidades para este controverso botão. Afinal, é inegável que a diversidade no meio digital precisa de aliados para ter a visibilidade e o alcance que merece, mas ainda precisaremos de mais informações e transparência para saber se esse é de fato o único propósito por trás desse recurso. Vamos ver o que sai dessa história

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *