SEO

Os 6 principais desafios de SEO que marcas estão enfrentando

Vamos analisar os seis principais desafios de SEO que as marcas estão enfrentando em 2022, de acordo com dados do Relatório de Tráfego e Análise da Web de 2022 do blog da HubSpot e outros especialistas em Marketing

O algoritmo do Google está mudando com muita frequência, então todo profissional de Marketing que trabalha com SEO deve ficar atento a essas atualizações para mudar suas estratégias digitais ou criar novas. Isso faz com que muitas empresas se perguntem quais desafios de SEO elas encontrarão.

Recentemente, a HubSpot publicou um relatório sobre tráfego e análises da web para saber como os sites estão se comportando e o que eles devem ter para estar no topo dos resultados dos mecanismos de pesquisa.

Com base no relatório, decidimos escrever este artigo que apresenta os principais desafios em termos de SEO e como enfrentá-los. Você está preparado?

Quais são os 6 desafios de SEO que as marcas podem antecipar este ano?

Vamos dar uma olhada nos desafios que todo profissional de Marketing deve conhecer.

1. Estar informado sobre as mudanças de algoritmo

algoritmo do Google está em constante mudança e os profissionais de Marketing devem acompanhar isso. De acordo com a Moz, tivemos 6 mudanças em 2022 até agora e 16 atualizações ao longo de 2021.

Toda vez que chega uma atualização, a forma como o Google vê cada página muda, e isso pode ser bom ou ruim para sua produção de conteúdo. Em 2020, alguns sites caíram de posição nas SERPs, como você pode ver no exemplo abaixo.

Um usuário relatou ao Google que tinha a primeira posição por anos e, então, em uma noite, perdeu de 3 a 4 posições.

Então, a dica para evitar esse tipo de problema é estar antenado sobre seu setor. Independentemente dos tipos de mudanças, produzir conteúdo sobre os principais tópicos do seu nicho ajuda você a se dar bem com o algoritmo.

2. Não ter um ranqueamento mais alto nos resultados de busca

Estamos cientes de que SEO leva tempo para gerar resultados, mas para obtê-los, devemos fazer toda a nossa lição de casa. Isso significa que cada detalhe que você precisa fazer em termos de SEO conta para alcançar um bom ranqueamento nos resultados do Google.

Embora alguns sites produzam conteúdos realmente ótimos, eles se esquecem de fazer coisas que parecem bobas, mas são extremamente importantes, como:

Quando esses pontos (e muitos outros) estão faltando, o Google não vê o conteúdo como bom, e seu ranqueamento provavelmente não será alto, principalmente após uma atualização que leve esses pontos em consideração.

3. Usar palavras-chave incorretamente

Há muito tempo, em um buscador muito distante, palavras-chave eram suficientes para levar sites à primeira página do Google, mesmo que o conteúdo fosse ruim. Mas, felizmente, esses tempos mudaram.

Hoje em dia, apenas palavras-chave não são suficientes para impulsionar seus resultados orgânicos, pois o mais importante não é a palavra-chave em si, mas a intenção do usuário por trás dela.

Então, antes de escrever um conteúdo baseado em uma palavra-chave, use ferramentas como Keyword Planner ou SemRush e faça uma busca no Google com a palavra-chave para entender o que as pessoas estão realmente procurando. Anote todos os tópicos que você encontrar e use-os em seu artigo.

4. Escrever títulos e meta descriptions atraentes

Toda vez que alguém encontra seu site nos resultados de pesquisa do Google, o próximo passo é convencê-lo a clicar. É por isso que seus artigos devem ter títulos e meta descriptions atraentes.

Este estudo da Backlinko diz que títulos emocionais têm mais chances de gerar visitas e aumentar sua taxa de cliques (CTR). Então, nossa recomendação é focar no problema que seu público tem e como seu conteúdo vai ajudar a resolvê-lo.

Veja o exemplo abaixo.

Este artigo sobre Copywriting escrito pela Rock Content pode ser encontrado na primeira página do Google quando você busca por “copywriting”. O título sugere uma solução de problema e isso gera mais de 800 visitantes para nós todos os meses.

Além disso, se seu conteúdo for realmente ótimo, o Google pode conceder a você uma posição de snippet em destaque, também conhecida como “posição número zero”, porque é a que aparece antes de todas.

O exemplo acima mostra nosso artigo sobre Algoritmos de Inteligência Artificial. Tê-lo na posição de snippets em destaque trouxe bons resultados em termos de CTR (11,8%), o que é bom, segundo a Backlinko.

5. Não acertar na estratégia mobile

Atualmente, muitas pessoas no mundo utilizam dispositivos móveis para acessar a internet, muito mais do que no desktop. Isso significa que seu site deve ser compatível com dispositivos móveis para atrair e manter seus visitantes.

No mais, desde julho de 2019, o Google prioriza as versões móveis das páginas da web para indexá-las e classificá-las nas SERPs. Assim, se você conhece algum site que não tenha um bom desempenho em smartphones e tablets, ele provavelmente não está bem ranqueado no Google.

Portanto, quando você contrata um desenvolvedor ou cria uma página da Web usando um CMS como o WordPress, verifique se o modelo é responsivo e a velocidade de carregamento é rápida. Atualmente, como o Google disse, 53% das visitas são abandonadas se um site mobile demorar mais de 3 segundos para carregar.

Então, se o seu site é lento, certamente muitas pessoas estão o abandonando para visitar a página do seu concorrente. Mas, não se preocupe. Temos uma solução que pode lhe ajudar!

6. Tirar proveito do vídeo nos resultados de pesquisa

conteúdo em vídeo pode ser muito útil considerando o que o usuário deseja encontrar. Por exemplo: se você quer saber como tocar violão, um vídeo que mostre como fazer isso é muito melhor do que um post de blog.

O Google sabe disso, por isso o vídeo acima aparece na primeira posição. Danielle Marshak, gerente de produtos do Google, disse que o Google está trabalhando e aprimorando mais maneiras de experimentar vídeos como resultados de pesquisa.

Portanto, se você deseja que seus vídeos também estejam nas SERPs, algumas práticas recomendadas devem ser seguidas, como:

  • adicionar capítulos ao seu vídeo: isso faz com que o Google entenda seu conteúdo como um todo e use clipes diferentes nos resultados de pesquisa;
  • usar a palavra-chave em seu conteúdo: da mesma forma que a palavra-chave deve ser colocada em um artigo, o mesmo vale para os vídeos, pois o YouTube e o Google reconhecem quando você a diz, o que é bom para melhorar sua posição nos resultados;
  • otimizar o título, a descrição e sua imagem em miniatura (thumbnail): a mesma prática de SEO que você usa nos posts do blog por meio do Yoast SEO deve ser feita com seus vídeos para obter um melhor ranqueamento e uma CTR alta;
  • adicionar tagsembora não ajudem o SEO dos blogs, ainda funcionam em termos de vídeos porque ajudam seu conteúdo a ser encontrado pelos usuários.

Como superar ou acompanhar os desafios atuais de SEO

Agora que você conhece os 6 desafios que todo profissional de Marketing precisa enfrentar em termos de SEO, vamos a algumas dicas que você precisa seguir na sua estratégia para continuar tendo bons resultados.

Foque na persona para produzir seu conteúdo

Pode parecer óbvio, mas ainda precisamos nos lembrar disso. Não é incomum ver empresas produzindo artigos que não têm conexão com sua persona ou com o próprio negócio. A consequência dessa ação: nenhum resultado.

Portanto, não importa se uma palavra-chave tem um alto volume de buscas ou se uma tendência está acontecendo, um conteúdo sobre um tema não terá qualquer sentido se não estiver conectado à sua persona.

Certifique-se de fazer sua lição de casa de SEO em todos os seus artigos

Inserir a palavra-chave em seu conteúdo, adicionar alt tags em suas imagens, preencher o título de SEO e a meta description: esses são exemplos de ações que você precisa fazer em todos os posts que publica. Agora, você já fez isso com posts antigos também?

Dê uma olhada nos artigos anteriores e certifique-se de que sua lição de casa de SEO esteja concluída em todos eles. Você pode começar com postagens com melhores ranqueamentos e que trazem mais tráfego de acordo com seu Google Analytics.

Faça uma auditoria de SEO para corrigir seus problemas

Por fim, encontrar problemas em sites e blogs é muito comum, principalmente se o número de conteúdos publicados for grande. Portanto, você deve executar uma auditoria de SEO para identificar esses problemas (alguns exemplos: erro 404, redirecionamentos em excesso ou canibalização) e corrigi-los.

Ferramentas como Screaming Frog e SemRush têm funções de auditoria de SEO realmente boas.

Agora, você está pronto para superar os 6 principais desafios de SEO que apresentamos aqui neste artigo.

Por último, mas não menos importante, lembre-se de acompanhar as tendências de SEO todos os anos para saber como preparar sua estratégia.

 

Fonte: RockContent

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.